Liquida Aqui

JOEL LEÃO DA SILVA Raspadinha um saudável hábito que há 25 anos vem conquistando gerações

728 acessos


Os alunos dos períodos matutino e vespertino da escola EEMOP, tem a oportunidade de degustar os sabores da tradicionalraspadinha que é oferecida pelo senhor Joel de 2ª à 6ª feira defronte ao estabelecimento educacional. O vendedor que antes trabalhava com churrasquinho, foi obrigado a mudar de segmentopor questões de saúde, mas ele não se arrependeu a clientela aumentou, e nos dias de hoje a raspadinha faz um grande sucesso.
Jornal Folha Regional;Como foi a sua trajetória pelos caminhos do comércio ambulante até chegar em Rondonópolis?
Joel; Eu nasci em Três Lagoas MS, e lá trabalhei na zona rural e urbana em diversos serviços gerais, vim para Mato Grossocom 17 anos de idade, morei na cidade de Várzea Grande, onde permaneci por um breve período. Posteriormente mudei para Rondonópolis, e aqui conhecia minha esposa Alaíde Almeida, temos 04 filhos Salatiel, Ana Paula, Maria Helene e Lucas.
JFR; Vocêcomeçou com a venda de churrasquinho, aqui em Mato Grosso, atividade que todos conhecem como espeteiro, mas você precisou mudar de ramo qual foi o real motivo dessa mudança?
Joel;Eu trabalhei com espetinho durante dois anos em Rondonópolis, mas com o passar do tempo a fumaça começou a prejudicar minha visão, então eu optei pela mudança. Analisei o comércio ambulante e vi que havia espaço para mais uma raspadinha na cidade, organizei o meu trabalho, e até hoje não parei mais.
JFR;A sua família também participa na organização do seu dia a dia, escolhendo sabores dando opinião, fazendo cremosinho?
Joel; A família está sempre unida, é bom trabalhar em conjunto, nós produzimos também cremosinho, vendemos paçoca, balinhas e outros doces. Por dia passam pelo carrinho de raspadinha cerca de 80 a 100 jovens. A raspadinha é um saudável habito que nesses 25 anos vem conquistando gerações, temosamigos que hoje são advogados, professores, empresários que quando crianças foram meus clientes.
JFR; O que mais marcou o seu trabalho nesses 25 anos de atividades com a raspadinha?
Joel; O tempo realmente passa, e as vezes nós não percebemos, o que mais me marca e me deixa feliz é ver o sorriso, a alegria dos jovens ao se aproximar para pedir uma raspadinha. Mas quando falamos em jovens é preciso lembrar que os nossos clientes são de todas as idades, e em todos eles notamos a mesma satisfação ao consumir o nosso produto.

Comente, sua opinião é Importante!